O ATUAL – Genepax e Tata Nano

H2O POWER

Esses dias, assistindo tevê junto de meu pai, ouvi a reportagem do carro da empresa Genepax (H2O Power). Infelizmente na internet não há notícias tão concretas quanto à TV, mas compensa aqueles que perderam o jornal.

A empresa japonesa Genepax apresentou na quinta-feira – 12 de junho – um protótipo de um carro movido a água.A água é colocada no tanque e um gerador transforma o hidrogênio que retira da água em energia. Segundo a empresa, com um litro de água, o veículo consegue andar a 80 km/h por uma hora.

A Genepax agora espera firmar um acordo com alguma montadora japonesa para começar a fabricar o carro.

(TERRA)

Um pequeno vídeo em espanhol (não encontrei em português, mas dá pra entender muito bem):

TATA NANO

A fabricante indiana Tata Motors apresentou oficialmente, no Auto Expo de Nova Delhi, o Nano, carro popular que custará cerca de 2500 dólares e promete mexer com a indústria automobilística mundial.

Durante o evento, Ratan Tata, presidente da empresa, relembrou como nasceu a idéia. “Eu observava famílias inteiras andando em scooters, com o pai dirigindo, com um filho na sua frente e a mãe atrás, segurando um bebê de colo”, disse. “Isso me fez questionar se não seria possível conceber um meio de transporte seguro e viável para toda a família.”

Com 3,1 metros de comprimento, 1,5 de largura e 1,6 de altura, o Nano é um monovolume de quatro potras e, segundo garante a Tata, oferece espaço suficiente para quatro pessoas e também boa dirigibilidade, tanto no trânsito pesado e também em áreas rurais.

O veículo será lançado em duas versões, standard e deluxe, equipadas com motor a gasolina, de dois cilindros e 623 cc, construído em alumínio e que gera 33 cavalos, acoplado com um câmbio de 4 marchas. Estima-se que o modelo consiga atingir velocidade máxima de 100 km/h.

A Tata garante que o modelo atende as normas de segurança internacional, com a carroceria dispondo de zonas de deformação e portas com reforço contra intrusão em caso de colisão lateral.

O modelo estará à venda na Índia nos próximos meses e no Brasil também pretende-se.

(QUATRO RODAS)

Vídeo:

PETRÓLEO

Agora eu pergunto: sobre a Genepax, o que faz essas indústrias petrolíferas?

É claro que o Nano já se tem certeza de sua produção. Será super compensatório. Os carros sinceramente não são bonitos (quer dizer, o da Genepax nasceu deformado, coitado), mas valem a pena, não é? Ter um Tata Nano para ir pra faculdade, trabalho seria ótimo, é claro que não dá pra competir em uma estrada. Já o H2O, está caro demais. Acredito que seu preço no Brasil poderá ser de uns 35 mil reais. Pode acontecer, se caso a venda seja boa para as empresas responsáveis, que o preço abaixe e muito.

É esperar para ver.

Abraços!

O ATUAL – Pequenas notícias

Já ouvi falar de uma matéria da SuperInteressante falando das moedas brasileiras. Consegui achar e estou postando aqui pra vocês. Também coloquei umas pequenas notícias pra vocês opinarem a respeito.

1 CENTAVO. QUANTO CUSTA 1 CENTAVO?

Texto Naila Okita

Nove centavos!

E a culpa não é das matérias-primas: os ingredientes (aço carbono e uma película de cobre) saem por meio centavo no mercado internacional.

São as etapas de fabricação que encarecem o produto: a eletrodeposição do cobre sobre o aço, a cunhagem e a embalagem.

Se fizermos as contas, são mais de R$ 93 milhões de prejuízo desde o início do Plano Real.

Sorte que esse déficit é amenizado pela produção de cédulas, que são bem mais baratas.

O custo de uma nota de R$ 1, por exemplo, são os mesmos 9 centavos.

(SUPERINTERESSANTE)

GELO EM MARTE? SERÁ?

Você acredita nisso?

A Nasa (a agência espacial americana) anunciou nesta sexta-feira ter descoberto novos e convincentes indícios da presença de gelo na superfície do planeta Marte.

Imagens feitas no início da semana pela sonda Phoenix, que está no planeta vermelho, mostraram pedaços de um material brilhante, fotografados dentro de um buraco feito pela sonda.

Já na quinta-feira, os “blocos” brancos haviam desaparecido. Disseram que não poderia ser sal, pois não sumiria deste jeito. Acreditam, então, que seja gelo – podendo derreter.

(BBCBRASIL)

GISELE BÜNDCHEN É PASSADO?

Personalidade, beleza e profissionalismo. Essas são características fundamentais para que uma modelo sirva como espelho para as demais colegas de trabalho. “A Gisele Bündchen só chegou ao topo porque é muito profissional. Mas ela já está passada, já enjoou”, comenta a modelo Bruna Sottili, 16 anos.

Bruna, no entanto, confessa adorar o estilo de Raquel Zimmermann e Kate Moss. “Elas são demais, fazem trabalhos incríveis. Isso sem falar no profissionalismo de cada uma”, conta.

Na minha opinião, isso cheira à inveja. Sinceramente, essa Bruna Sottili é bem bonita, mas falar da Gisele…

(TERRA)

O ATUAL – Bill Gates

GATES TEVE CERTA SORTE, DIZ ELE MESMO:
O empresário americano Bill Gates afirmou, em entrevista exclusiva à BBC, que o sucesso da Microsoft não se deve apenas ao que a empresa fez, mas também ao que os competidores deixaram de fazer.

Nesta sexta-feira, dia em que Bill Gates deixa de se dedicar em tempo integral à empresa que criou e dirigiu desde 1975, a BBC leva ao ar na Grã-Bretanha um programa especial com entrevistas do empresário e de outros protagonistas da indústria da informática, desde ex-funcionários até alguns de seus principais rivais.

“A maioria dos nossos concorrentes era muito mal administrada”, disse Gates à jornalista Fiona Bruce. “Eles não entenderam como unir pessoas com experiências em negócios e em engenharia. Eles também não sabiam como se deslocar pelo mundo.”

As táticas utilizadas pela Microsoft para garantir o domínio da marca em sua área de atuação foram foco de intensos debates.

De um lado, os competidores da Microsoft, junto com alguns tribunais e agências reguladoras, argumentam que a companhia se aproveitou de sua posição para dominar o mercado por meio de práticas ilegais.

De outro, Gates e seus colegas insistem que seu único propósito era criar um “grande software” e que os clientes não o comprariam se não gostassem do produto.

“Muitos de nossos competidores pensavam apenas em um produto”, avalia o empresário. “Eles não pensavam o software em seu sentido amplo. Não pensavam em ferramentas ou eficiência. Como conseqüência, criavam apenas um produto, sem renová-lo para chegar à próxima geração.”

PODER DE BARGANHA*

Na avaliação de um dos ex-funcionários da Microsoft, um dos grandes trunfos de Gates era a habilidade de entender ao mesmo tempo de negócios e da engenharia necessária para criar os softwares.

O fundador da Lotus Corporation, um dos maiores concorrentes da Microsoft e que já chegou a ser maior do que a empresa fundada por Gates, não poupa críticas à maneira como o rival conduziu sua liderança no mercado.

Mitch Kapor argumenta que Gates se aproveitou de sua hegemonia no mercado de sistema operacional, com o Windows, para tornar a vida dos desenvolvedores de softwares independentes mais difícil.

Quando as críticas são levadas ao dono da Microsoft, Gates diz que acha “irônico” ser acusado desta maneira, uma vez que sua empresa tentou usar seus softwares como um “evangelho” ao implorar às outras empresas que “por favor escrevessem softwares para nossa plataforma”.

Ele diz ter visitado a Lotus pessoalmente “várias vezes” para pedir à empresa que adaptasse seu modelo de planilha eletrônica 1-2-3 para trabalhar com o Windows.

DINHEIRO

É possível que tanto Kapor como Gates estejam certos, mas, de certa foram, a Microsoft teve nas mãos o poder de decidir a sorte de outras empresas de software.

E ainda há um último elemento indiscutível que se soma ao sucesso da fórmula Microsoft: o uso de grandes quantias de dinheiro para se proteger dos caprichos do mercado ou da eventual falência de um produto específico.

Gates contou à BBC que, em seu estágio inicial, a Microsoft precisava ter dinheiro no banco para garantir a segurança das famílias de seus 12 primeiros funcionários, muitos dos quais haviam confiado nele o bastante para se mudar para Albuquerque, no Estado do Novo México, onde a Microsoft abriu seu primeiro escritório.

À medida que a empresa se expandia, diz o fundador da Microsoft, era preciso “grande poder financeiro” para conseguir ter a flexibilidade para fazer novos softwares “ou qualquer outra coisa que desejasse”.

Gates diz se orgulhar de poder dizer que a Microsoft “é muito conservadora” e reforça que “ainda hoje, quando se olha o balanço da Microsoft, dá para ver que temos uma boa quantia nas mãos”.

Certamente, mais de US$ 25 bilhões devem ser o suficiente para alguns dias de tempo ruim.

(BBCBRASIL)

MICROSOFT

Foi fundada em 4 de abril de 1975 por Bill Gates e Paul Allen cujo objetivo era desenvolver e comercializar interpretadores da linguagem BASIC. Hoje a Microsoft é a empresa de tecnologia que mais investe em pesquisa e desenvolvimento no mundo. O Nome Microsoft provêm da junção das palavras inglesas microscopic e de software. Tem atualmente, 79 mil de trabalhadores.

(WIKIPÉDIA)

BILL GATES

Bill Gates é um cara muito gente boa, faz tempo que não o visito. Tô devendo uns milhões pra ele, mas parece que ele já até esqueceu. A sua família sempre teve boas condições e ele sempre estudou em colégios de qualidade. Quando esteve na faculdade, largou a Matemática e o Direito para trabalhar integralmente na Microsoft. Ele nasceu em Seattle (1955), hoje tem 52 anos, fará ainda neste ano seu próximo aniversário.

Atualmente ele só tem em torno de poucos 58 bilhões…

*Significado de barganha: “trocar, de forma fraudulenta ou não um objeto por outro”

“Em alguns casos, a barganha é simples componente psicológico em que através de pressão emocional consegue-se que uma determinada atitude seja tomada ou uma vantagem seja conseguida”

(WIKIPÉDIA)

O ATUAL – Todo presente que um marido gostaria…

Uma americana um presentinho pro marido…

Initulado 365 Nights: A Memoir of Intimacy (“365 Noites: Uma História de Intimidade”), o livro foi escrito por Charla Muller, que vive com o marido, Brad, na cidade de Charlotte, na Carolina do Norte.

Charla fez a proposta para o marido quando ele completou 40 anos de idade. Ela ofereceu fazer sexo todos os dias durante um ano como um presente de aniversário.

Segundo ela, eles estavam casados há oito anos, tinham um casamento sólido e dois filhos, mas o sexo tinha caído na rotina. Por isso, decidiu fazer a oferta para o marido, que inicialmente recusou a proposta, mas concordou em seguida.

“A idéia cumpria todos os requisitos de um bom presente: inesperado, bem pensado, memorável, com boa relação custo-benefício e, especialmente, perfeito para quem o recebe”, diz o livro.

CALENDÁRIO

Para cumprir a tarefa, o casal teve que criar um calendário diário para a atividade e algumas regras básicas para conseguir manter relações todos os dias.

Entre as regras, por exemplo, estava a possibilidade de um dos dois negarem fazer sexo se não estivessem com vontade e o tempo de duração da relação.

Além disso, quando um dos dois estivesse viajando a trabalho, não teriam relações e não precisariam “repor” os dias que perderam.

“A proposta não foi feita para se tornar uma maratona ou para batermos algum recorde, mas uma tentativa sincera de aproximação pela intimidade e conexão diária”, afirma o texto do livro.

O casal revela que não fez sexo durante os 365 dias, mas que manteve uma média de 26 a 28 dias por mês.

Segundo Charla, a atividade trouxe benefícios para o casal, que agora tem um nível maior de intimidade, não apenas sexual.

“O presente foi uma forma pessoal – bem pessoal – de mostrar ao Brad como eu estava comprometida com nosso casamento”, afirma Charla Muller em um dos trechos do livro, publicado pela editora Berkley Books.

Além de 365 Nights, um livro similar também teve lançamento recente nos Estados Unidos. Em Just do It (“Simplesmente Faça”, em tradução livre), o casal Douglas e Annie Brown conta a experiência de passar 100 dias mantendo relações sexuais todos os dias.

(BBCBRASIL)

“SIMPLESMENTE FAÇA”

Douglas Brown sofre menos com as inibições que costumava ter no passado. “Eu me sinto muito menos na obrigação de desempenhar”, ele diz. “Depois de 100 dias, isso simplesmente desaparece”.

Mesmo assim, ele não recomenda a experiência a qualquer pessoa. “Estou feliz porque o fizemos”, diz. “Mas em termos de mensagem prática, ninguém precisa fazer sexo por 100 dias consecutivos. Não é preciso escalar o Monte Everest para compreender o que o alpinismo pode ter de sublime”.

(TERRA)

OBS.: Procurei a venda do livro em lojas aqui na Internet, mas não achei. Suponho que ainda não tenha a venda dele no Brasil.

OBS.²: A Malu não tá lendo esta matéria, né? Capaz de ela imitar…

O ATUAL – Blogueiros devem manerar, antes que piore…

Às vezes só no pensamento. Passar mais do que isso, “o bicho pega”. Blogueiros estão sendo presos por “falarem” demais, “abusam” dos direitos humanos e tal. Mais abaixo, fiz uma pequena construção de matérias sobre o assunto.

Não estou muito animado pra fazer algo muito interessante hoje, tanto porque estou sem tempo.

AUMENTA PRISÃO DE BLOGUEIROS EM TODO O MUNDO, DIZ RELATÓRIO DO ACESSO MUNDIAL À INFORMAÇÃO (WIA, Sigla em inglês)

Desde 2003, 64 pessoas foram presas por expor suas idéias em um blog, afirma o relatório, e no ano passado, o número de blogueiros presos por relatar questões políticas triplicou em relação ao ano anterior.

Mais da metade das prisões, desde 2003, foram realizadas na China, Egito e Irã, afirma o documento.

O relatório ainda reconhece que o número de presos pode ser muito mais alto, já que, em muitos casos, é difícil verificar se foi realizada uma prisão, e quais as acusações envolvidas.

SENTENÇA

Segundo o relatório, a maioria dos blogueiros foi presa por denunciar corrupção no governo, abusos dos direitos humanos ou a repressão de protestos. Eles criticam políticas públicas e dão os nomes dos políticos envolvidos.

O relatório diz que o aumento do número de prisões se deve ao fato da “crescente” importância política dos blogs. O documento afirma que as prisões tendem a aumentar em tempos de “incertezas políticas”, como eleições gerais ou durante grandes protestos.

Muitos dos blogueiros detidos cumpriram sentença – a pena média foi de 15 meses, mas o WIA afirma que a pena mais longa chegou a oito anos.

O relatório também afirma que muitos países impõem restrições tecnológicas sobre o que as pessoas podem fazer on-line. Em países como a China, isso dificulta o uso de blogs como forma de protesto.

O documento ainda comenta que não são apenas os governos de países do Oriente Médio ou da Ásia que adotam medidas contra a publicação de opiniões on-line, e afirma que nos últimos quatro anos também foram presos blogueiros britânicos, franceses, canadenses e americanos.

O WIA prevê que neste ano serão presos mais blogueiros do que no ano passado, por conta da crescente popularidade do meio, da maior imposição de restrições à rede e das eleições na China, Paquistão, Irã e Estados Unidos.

(BBCBRASIL)

BLOGUEIRO

23/08/2007

Seguindo um protesto local e regional, o blogueiro do Kuaiti que havia sido preso Bashar Al-Sayegh, foi liberado em agosto de 2007 cedo no Kuait. Enquanto alguns blogueiros celebraram sua soltura, outros alertaram de que poderia ser um sinal de maiores restrições que podem diminuir a liberdade de expressão no Kuait. Outro blogueiro expressa seu desprezo por homens de uniforme que infrigem a lei e posta vídeos de policiais agredindo fisicamente trabalhadores asiáticos no país rico em petróleo.

Al-Sayegh foi preso seguindo um comentário feito anonimamente, insultando o chefe de estado do Kuaiti Shaikh Sabah Al Ahmed Al Jaber Al Sabah em um fórum online que ele opera.

Jassim Al-Qames, que é um colega de Al-Sayegh e um fotógrafo do jornal Al Jadira, também foi detido juntamente com o blogueiro por tirar fotos de sua prisão. Ele foi liberado depois, mas alega ter sido mal tratado pelos policiais que o prenderam.

Notícias da libertação de Al-Sayegh e a prisão da pessoa que originalmente fez o comentário se espalhou pelos blogues assim que o blogueiro foi posto em liberdade.

(GLOBAL VOICES)

JOSH WOLF

08/03/2007

Preso por não colaborar com a justiça, Josh Wolf criou uma rede de apoio on-line (e não só) em defesa da sua libertação

Josh Wolf não é um jornalista tradicional, não garante a sua imparcialidade e é empregado do seu próprio blog.

Um sinal dos tempos em carne e osso, Josh Wolf bate recordes da defesa da liberdade de imprensa nos Estados Unidos. Foi preso, e foi também o primeiro blogger detido pelas autoridades federais por se recusar a entregar à justiça norte-americana imagens que recolheu durante uma manifestação e tornou-se uma espécie de porta-estandarte da era digital do jornalismo convencional.

“Sou um jornalista. Sou um realizador de documentários. Fiz alguns filmes narrativos. Sou um activista. Uso muitos chapéus… também sou um blogueiro”, disse ao programa frontline, da estação pública norte-americana PBS.

Alvo da atenção da polícia de São Francisco e, depois, do FBI, durante o seu último ano na universidade estatal de São Francisco, foi preso por desobediência ao tribunal, que exigia a entrega da gravação com as imagens que editou e vendeu a um canal de televisão, mas sobretudo com aquelas que ficaram de fora, e foi libertado um mês depois.

(FRANCISCO TRINDADE)

Importante saber que Josh Wolf ficou preso durante 7 meses, está em liberdade.

O ATUAL – Proibição de jogos online

É algo meio passado, mas que revolta muitos players do Brasil. Dessa vez, publico matéria à respeito da proibição de jogos no nosso território nacional. Desde janeiro está proibido a venda dos jogos Counter Strike e Everquest.

Fonte para pesquisa: Folha Online e Terra

Sinceramente, acredito que o CS (Counter Strike – já joguei, pra falar a verdade) não incentiva, não apologiza à violência.

Já para nosso amigo juiz Carlos Alberto Simões de Tomaz, responsável pela medida, é totalmente o contrário. Para ele, os jogos trazem imanentes estímulos à subversão da ordem social, atentando contra o estado democrático e de direito e contra a segurança pública, impondo sua proibição e retirada do mercado.

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor determinou que os Procons municipais e estaduais fiscalizassem a venda e distribuição de tais jogos, alertando os responsáveis. A venda pode levar à uma multa de 5 mil reais.

Lima, superintendente do Procon de Goiás, afirma que tomou conhecimento de algumas lojas on-line que disponibilizam os games e que elas serão notificadas para que as vendas sejam encerradas.

Acontece que a venda desses jogos que foi proibida, e não o uso. Sendo assim, lan houses não são obrigadas a apagar os games dos computadores, desde quando que os interessados nos jogos sejam maiores de idade.

PARA OS PLAYERS

É uma revolta. A comunidade principal do jogo Counter Strike do Orkut não gostaram de jeito nenhum das notícias e disponibilizaram o link que direciona você para um site no qual pode fazer uma mensagem, que segundo eles, será destinada ao Procon. Se você quiser fazer parte desse Abaixo Assinado, é só clicar aqui.

Segundo o blogueiro Gus Lanzetta, não é mais possível comprar as versões Counter Strike Source e Counter Strike Anthology nas lojas. Os jogos são distribuídos pela empresa EA (Electronic Arts), que retirou prontamente os produtos do mercado. O Everquest não é comercializado no Brasil, embora algumas lojas o importem.

Os organizadores das manifestações são os blogueiros e gamers Fabio Santana, Gus Lanzetta, Romulo Máthei e Gustavo Petró. Eles criaram o blog Liberdade Gamer para divulgar a iniciativa. Em um vídeo divulgado no site Audiogame, eles defendem que o protesto é um ato pela liberdade de escolha e que a decisão do juiz mineiro abre um precedente “perigoso”, que pode resultar na proibição de outros jogos.

“A imagem do gamer é muito estereoptipada. Por causa dessa imagem negativa é que foi tomada uma decisão desse tipo. O objetivo do ato é mostrar que o gamer é adulto, é médico, é advogado, uma pessoa normal”, afirma Fabio Santana.

“Para algumas pessoas (o game) é mais do que um passatempo. Para nós é uma profissão e é digna. Escrever sobre games ajuda no sustento da minha família há 12 anos”, disse Santana.

Os blogueiros afirmam que o objetivo de protestos não é criar confusão. Eles pedem para que os manifestantes evitem entrar em atrito com policiais.

Só posso dizer uma coisa: Tem coisa mais importante pra esses juizes se importarem, não?

Enquanto o prefeito da minha cidade rouba 200 milhões, aparece no Jornal Nacional e acontece – desculpe a palavra – merda nenhuma!

SOBRE OS JOGOS

Counter Strike é um dos games de ação em primeira pessoa de maior sucesso em todos os tempos, que virou febre em lan-houses de todo o Brasil. Ele desafia você a combater perigosos terroristas, com direito a muitos tiros, granadas e cenas emocionantes e cheias de tensão e adrenalina

EverQuest é um MMORPG (RPG online multiplayer massivo), desenvolvido pela Sony Online Entertainment. O jogo foi conhecido por popularizar o gênero do MMORPG e se tornou um vício entre os jogadores. O game Everquest é acusado pela Justiça de levar o jogador ao total desvirtuamento e a conflitos psicológicos ‘pesados’. As tarefas que devem ser cumpridas passam por mentir, subornar e assassinar.

Se a galera da comunidade do Orkut estiver aqui, obrigado pela visita.

Grande abraço a todos!

O ATUAL – Novo conceito de carroceria

Não é uma matéria de grande novidade, mas é interessante relembrar e tal. É um conceito proposto pela BMW, mas parece que não sairá do modelo. Pelo que se ouve, estará um modelo no museu da BMW.

Se algum dia chegar a ter carros desse jeito, esse dia ainda está longe. O design do carro é fascinante. É moderno e simples.

As fontes para a pesquisa são créditos do site da SuperInteressante e Carsale.

BMW GINA LIGHT VISIONARY MODEL

A empresa alemã BMW, pelo chefe de design Chris Bangle desenvolveram a forma de carroceria para carro (este, usado no formato de uma BMW Z8 – procure no Google se houver dúvida) muito diferente. Eles fizeram uma pergunta que os levaram à criação:

Para que precisamos da “lataria” do carro e porque ela precisa ser de metal?

A partir disso, criaram um protótipo que lembra a pele humana. A flexibilidade que era o importante também. “Com sua pele ele pode mudar de forma e abrir um novo campo no desenvolvimento automotivo.”

Assim como nossas roupas dobram ou esticam de acordo com os movimentos, a “roupa” do carro também. Ao abrir ou fechar a porta, por exemplo, o tecido se move, impulsionado por um sistema eletro-hidráulico. Outros detalhes deixam o modelo ainda mais charmoso: os faróis, de LED, funcionam como olhos de verdade, que se abrem no momento em que o carro está funcionando e fecham, dando uma “piscadinha”, quando o carro é desligado.

É bom lembrar novamente que esse modelo de carro fica no museu da BMW, em Munique para exposição e participa de eventos. Nada de andar nas ruas, hein?

O VÍDEO, MELHOR COMPREENSÃO:

Grande abraço!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.